Acho que de todos os textos que poderiam ser escritos neste site, este é o mais importante. Eu quero deixar claro uma coisa para você: dinheiro bem tratado gera ainda mais dinheiro. E nenhum instrumento te dá tantas oportunidades de gerar mais dinheiro do que a bolsa de valores. Portanto, ela é, sim, um bom investimento ao longo do tempo.

Primeiro, gostaria de apontar para o enorme risco. Você pode perder quase tudo investindo em ações. Tem gente que jogou dinheiro de venda de carro, de imóvel, dinheiro de herança, de loteria… e saiu com 99% menos do que entrou. Mas geralmente existe um motivo: confunde-se “risco” com “propensão ao risco excessivo”.

Bolsa de valores não é uma loteria. Há racionais que fazem as ações ganharem ou perderem valor ao longo do tempo. E ignorar isso é a fórmula mais fácil de perder dinheiro.

O que se procura ao investir em ações são boas empresas – lucrativas, que crescem, apresentam bons resultados e não estão endividadas acima do que é considerado saudável. Essas companhias vão, ao longo dos anos, apresentar variações positivas. Principalmente quando o mercado está em um viés de alta (o que não tem sido o caso dos últimos 8 anos, infelizmente).

O que se procura é um bom time capaz de performar bem e fazer a companhia crescer ao longo do tempo. Ficar mais interessado no “agora vai” ou “mudou o dono e CEO, agora esse é bom” pode ser um risco desnecessário para tomar na hora de investir em ações. E atitudes de risco desnecessário pode multiplicar por 10 o risco e fazer você perder tudo.

Compre ações de boas empresas, bem administradas e você não vai se arrepender. Eu recomendo olhar a plataforma da PenseRico para que você consiga obter cada vez mais conhecimento sobre o mercado de ações antes de entrar nele. Procure saber a fundo sobre todas as empresas que você pode investir. Preste atenção no seu histórico, nos prospectos e na qualidade do time.

O retrovisor pode ser muito mais útil ao investir em uma empresa do que olhar para frente. Lembro de uma vez, em 2012, quando estava assistindo o jogo Brasil e Itália pela Copa do Mundo de 1994. Coisa de apaixonado de futebol. Vi propagandas de empresas que morreram (e que eu nunca tinha ouvido falar antes) e de empresas que ainda estão de pé e só cresceram de lá para cá. Para mim, essa solidez e resiliência em tempos de crise contam muito.

Eu prefiro investir no que existe há muito tempo e vem entregando resultados consistentes do que aquilo que me parece um bom investimento por estar dando um “turn-around”. Tem que ficar atento ao risco excessivo, mesmo deixando passar alguns casos de valorização fenomenais.

Além disso, gosto de ficar de olho nas palavras dos especialistas e grandes investidores. Luis Barsi, bilionário da Bovespa, é um. Se eu sei onde ele aplica o dinheiro dele (e sei, pois as empresas são obrigadas a mostrar as posições relevantes no site da CVM), posso emular, não?

E por fim, preparamos também um game para que você possa olhar o que aconteceu e aumentar seu grau de conhecimento e experiência sobre o mercado. É importante que você tenha bagagem para identificar certos movimentos que podem ocorrer. Certamente, isso pode te fazer economizar muito dinheiro e colaborar para que você tenha uma gestão mais racional do que fazer na bolsa. Boa sorte!

Comments

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here