Acho que essa pergunta já deve ter sido feita um milhão de vezes, com um milhão de respostas diferentes. Muito da resposta depende de uma coisa: qual seu objetivo com aquele determinado investimento?

Vão ser vários fatores que vão impactar objetivamente se aquilo é um bom ou não investimento. Sua expectativa de ganhos é um. Afinal, você quer vencer a poupança ou quer o rendimento de um dos melhores gestores do mundo?

Sua tolerância de risco é outra. Você aceita ver seu dinheiro ser queimado constantemente com a chance de acertar grande em algum momento ou prefere uma escada mais certa e estável até juntar patrimônio?

E um outro fator importantíssimo é quando você quer ver aquele dinheiro disponível. Você pode ter que tirá-lo amanhã ou somente quando envelhecer e resolver se aposentar?

Outras milhões de perguntas podem ser feitas: quer fazer você mesmo ou aceita pagar uma parte significativa do seu dinheiro para que outra pessoa gerencie seu dinheiro? Você quer pagar muito imposto quando decidir realizar este investimento? Quer cobertura do FGC (Fundo Garantidor de Créditos) ou não?

Enfim, entender o que é um bom investimento depende quase que exclusivamente de você e de seus objetivos. Saber identificá-los é meio caminho para que você comece a ter bons resultados com seus investimentos.

Sugiro que você defina o que é prioridade (em ordem) e aí busque que tipo de investimento é o ideal para seu objetivo.

Grande rentabilidade, mas muito risco e pouca disponibilidade de ter o dinheiro na hora que você quiser? A bolsa de valores é teu lugar. E se você for (quase) maluco, dá até para apostar em opções sobre ações. Sugiro dar uma estudada na plataforma da PenseRico antes de se aventurar e estudar MUITO.

Rentabilidade atraente, risco quase zero e muita liquidez? Então o Tesouro Direto é a sua escolha mais segura. Qualquer banco vai te dar acesso a isso e é basicamente a melhor opção de renda fixa para principiantes. Vá nele sem medo (e sem ouvir o gerente do banco se ele te oferecer “coisa melhor).

Um pouco mais de rentabilidade que o Tesouro Direto, com risco mais alto e disponibilidade? Dívidas corporativas, as debêntures, e títulos de pequenos bancos. Usualmente uma plataforma de corretora vai lhe dar acesso a isso, como a da XP Investimentos.

Vontade de queimar dinheiro e engordar o lucro de uma instituição bancária? Fundos DI com taxa de administração gigante, títulos de capitalização e outros instrumentos financeiros que só beneficiam a casa.

Enfim, tudo isso depende do seu estudo e do que você quer para você. Não deixe de estudar a finco, pois com o tempo, essa decisão pode lhe custar milhões.

Comments

comments

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here